INTERCEDENDO POR SERGIPE, DECLARANDO QUE ESTE ESTADO É DE JESUS CRISTO.

Church of Christ - A family that loves you!

Igreja de Cristo - Uma família que ama você!

Av. Prof. José Freitas de Andrade, nº 3639 Bairro Coroa do Meio - Aracaju - Sergipe - Shopping Rio Mar - sentido ao Bairro Coroa do Meioa e Bairro Atalaia a direita perto da Nossa Escola, ao lado direito do Condomínio Filadélfia. CEP: 49035-680 FONE: (79) 9121-9661 / 9839-6389

Pensamento: Quando vemos uma montanha, nos sentimos pequenos, sabendo que ela é muito maior que nós e também que existe muito mais tempo do que nós. Mas, o Senhor existia antes de qualquer montanha e existirá depois que ela desaparecer. Ele é a única rocha de segurança e estabilidade. O nosso "sempre" só existe nele.

Confiai no SENHOR perpetuamente, porque o SENHOR Deus é uma rocha eterna;

e-mail's: aracajuic@hotmail.com prandredepaula@yahoo.com.br pra.isabeldepaula@hotmail.com

SEJA NOSSO PARCEIRO


sábado, 18 de dezembro de 2010

Finanças - Visão Ampla

Posted by ajrlpc On 13:50 0 comentários

Por Austin Pryor
 Talvez já ouviu sobre o conto dos três pedreiros que trabalhavam num grande projeto. Questionados sobre o que estavam fazendo, um deles disse: “Ganhando R$ 18,00 por hora”. O outro: “Estamos levantando uma parede para apoiar o telhado”. O terceiro porém, afirmou: “Estamos construindo uma catedral para adorar a Deus!” Todos eles estavam engajados na mesma tarefa, mas apenas um captou a visão mais ampla. 
Uma paráfrase dessa história poderia apresentar investidores contatando seus corretores, buscando conselhos para estratégias financeiras. O cônjuge, ou um dos filhos, aparece e pergunta o que estão fazendo. Um diz: “Oh, apenas fazendo investimentos.” O outro: “Estou investindo para o nosso futuro.”  O terceiro, entretanto, afirma: “Estou administrando o dinheiro de Deus para Sua glória.” 
Você tem uma visão ampla sobre a forma como gerencia seus recursos financeiros? Ou acha que apenas faz pagamento de faturas, destina algum dinheiro para investimentos e doa uma parte para causas beneficentes? Se a rotina de administração do seu dinheiro lhe parece enfadonha é porque você perdeu a visão do que é importante.
Suas decisões financeiras têm potencial para se tornar em bênçãos, capazes de mudar vidas e causar impacto eterno – para você, seus queridos e os que se beneficiam com suas doações. Se tomar decisões sadias, a exemplo do mordomo fiel da parábola dos talentos, seus esforços farão o Mestre sorrir. Mas se agir com indiferença e sem disciplina, um dia pode descobrir que desperdiçou uma vida de oportunidades .
Há falhas comuns no orçamento de famílias jovens: deixar de estabelecer um plano de gastos que possibilite terminar o mês com excedente, ao invés de gastar mais do que ganham; deixar de ter como alta prioridade, doação generosa para a obra do reino de Deus; deixar de ser responsável no uso do crédito; deixar de ter carro, ou ter uma casa compatível com suas posses financeiras; deixar de começar e manter um fundo para despesas eventuais; deixar de contribuir estrategicamente para aposentadoria; deixar de aprender princípios básicos para investir com sabedoria. Nenhuma dessas tarefas é particularmente difícil, mas todas exigem autodisciplina, esforço e  certo grau de sacrifício. O resultado final, porém, vale a pena.
Em seu livro, " Pierced by the Word: 31 Meditations for Your Soul " , (Traspassado pela Palavra: 31 Meditações para Sua Alma), John Piper escreve: “Deus nos fez tendo em mente o mais elevado propósito de Sua criação - apreciar e demonstrar a glória do Criador. Eis porque fomos feitos:  ‘Todas as coisas foram criadas através Dele e para Ele'  (Colossenses 1.16).  Eis porque comemos e bebemos:  ‘Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus' (I Coríntios 10.31).  Eis porque oramos:  ‘ E Eu farei o que vocês pedirem em Meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho. O que vocês pedirem em Meu nome, Eu farei' (João 14.13-14).  Eis porque fazemos boas obras: ‘Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus' (Mateus 5.16)”.

Piper acrescenta: “Eis porque existimos: para exibir a glória de Deus... Quando cumprimos este propósito, temos substância. Há peso e significado em nossa existência. Conhecer, desfrutar e demonstrar a glória de Deus é compartilhar Sua glória. Não significa que nos tornamos Deus, mas algo de Sua grandeza e beleza está em nós quando realizamos o propósito da nossa existência – retratar Sua excelência. Não cumprir este propósito para a existência humana é ser mera sombra da substância que fomos criados para ser. Não demonstrar a excelência de Deus, tendo prazer Nele acima de tudo o mais é ser mero eco da música que fomos criados para compor". 

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE UM RECADO AQUI:

About

Blogger templates

Seguidores